sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Um dia desta semana...

...tive a visita de 3 princesas de outros reinos que me trouxeram um presente. Bem giro, não é?
Obrigada amigas!


Agora chega de mariquices e vamos é marcar a jantarada com vinhaça da boa!
;-)

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A Cabiçalva. (Sim! Estou viciada em realização e edição de video!...)

A Cabiçalva é a primeira curta-metragem em minderico. Foi feita com a prata da casa, desde o texto, aos actores e todo o trabalho técnico. Para todos nós a primeira experiência do género.

Para mim foi a minha primeiríssima experiência de realização e de edição de imagem.
Esta coisa do cinema é um bichinho que se entranha em nós e domina-nos, vicia-nos. Gosto de subir ao palco, representar. Muito! Mas confesso que este back stage da realização e da edição está mesmo a encher-me as medidas. 
Olho para o trabalho feito e, se fosse agora, já faria muitas coisas diferentes, o que é BOM!

Mas, deixemo-nos de conversas e lets look at the trailer...feito aqui pela Calos. É a minha primeira edição de imagem. O meu primogénito, portanto!


video


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Leviandades de uma adolescente

Ela veio das melhores famílias. Teve uma educação de princesa. Os melhores pediatras e uma alimentação cuidada. Teve os melhores professores e aprendeu piano e francês, aulas de boas maneiras com a Paula Bobone. Frequentava a mais alta sociedade. Até que a adolescência produziu efeitos e mexeu-lhe com as hormonas. Fugiu de casa. Combinava festas com os amigos quando não estava ninguém em casa. Até que o inevitável aconteceu: a permissividade da liberdade adicionada à irresponsabilidade da idade transformaram a menina de boas famílias numa mãe solteira adolescente.

Eu já tinha notado a mudança drástica no seu comportamento e o seu corpo começava a dar aqueles sinais, tão óbvios para uma mulher. A minha Troika ficou mais calma, mais caseira, deixou de abrir crateras na relva e de tentar chegar aos nossos antípodas através nossa horta. As maminhas cresciam ao mesmo ritmo que a barriga pendia.
"A mim não me enganas tu, minha galdéria!" - Pensava eu, na esperança de estar enganada.

Hoje de manhã acordámos com a confirmação debaixo do nosso alpendre. Quatro cachorros recém nascidos e uma adolescente com ar de culpa e a pedir clemência. Não sabemos quem é o pai e, por isso mesmo, não lhe podemos pedir que assuma responsabilidades na educação dos miúdos.
Enfim,... as crianças não têm a culpa!

Resumindo:
Daqui a 2 ou 3 meses

DÃO-SE CACHORROS PASTOR ALEMÃO (quase!) PUROS!




Maternidade Cãofredo da Costa

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Chegaram agora mesmo...

...cá a casa, os Monstros Debaixo da Cama. Uns monstrinhos, meninas vaidosas, criados por Ana Salomé.





Se eu vivia sem eles?!...
Vivia, claro, mas não era a mesma coisa!

O REI VAI NU?

Sabem aquela história d'O Rei Vai Nu? Uns costureiros burlões convenceram um rei vaidoso que lhe estavam a fazer um fato maravilhoso, de um tecido caríssimo, que só podia ser visto por pessoas inteligentes. O rei acabou a desfilar nu, mas cada um dos cortesãos e dos habitantes do país gabava o tecido maravilhoso, porque ninguém queria ser o primeiro a admitir que não via o tecido e que, portanto, era o único burro do reino. Apenas uma criança, na sua inocência e sinceridade acabou por se rir e dizer: o rei vai nu.
Pois, às vezes quando vejo espectáculos do Festival Materiais Diversos, apetece-me gritar O REI VAI NU.
...mas tenho medo que achem que sou a única burra que não entende nada do que está a ver...
(foi o que aconteceu no domingo com a segunda parte do espectáculo da tarde, Sofia Dias e Vitor Roriz, Fora de Qualquer Presente)

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Mais uma MEGA PRODUÇÃO

Malta, vocês nem imaginam o que aí vem...


...integrado nas Jornadas Europeias do Património.
Este fim de semana Minde vai estar transformado em Hollywood e nós em Angelinas Jolies, Scarlets Johansons e Nicolas Cages. Vai ser o loucura total!!! YYYUUUPPPPIIIII!!!!!
A gente gosta é disto!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Não precisam de me oferecer que eu já comprei...

Este fim de semana um candeeiro em forma de cogumelo atirou-se-me para os pés e agarrou-se-me às mãos.
Sim, é verdade!
Em pleno Colombo, à luz do dia e em frente a centenas de pessoas esta peça de decoração/iluminação, completamente irresistível e maravilhosa, ganhou vida e insinuou-se à minha frente implorando-me para vir para o 524 das Saramagas. Eu ainda tentei ignorar, ...resistir, ...mostrar-me indiferente, mas o charme do cogumelo foi mais forte do que eu e, sem eu perceber como, estava embrulhado, num saco, na minha mão.

Chegando a casa pu-lo no chão, acendi-o e cheguei à recorrente conclusão que não sei como sobrevivi 37 anos sem isto! Mesmo!...



A borboleta/fada do lado é uma peça lindíssima também, que já cá mora há mais tempo, do atelier da Susana Tavares que é lindo de morrer e, assim ela queira, ainda irá trabalhar com a princesa!
Ah pois é!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

AS NOVAS MEDIDAS DE AUSTERIDADE ANUNCIADAS PELO GOVERNO

Pronto, o príncipe foi-se embora outra vez, as crianças começaram as aulas, vem lá o Outono e... o primeiro ministro dá-mos mimos para nos consolar.
Eu não ouvi a comunicação do primeiro ministro na passada semana, nem a do ministro das finanças (nunca oiço, não dou confiança a essa gente), mas já me contaram que o nosso primeiro informou os portugueses que todas estas medidas ficaram muito aquem das tomadas por Mário Soares da outra vez que a Troika cá veio passar férias.
Pois, Pedrito, mas nessa altura os tempos eram outros...
Eu não passava de uma petiza, não pagava impostos e o meu conceito de austeridade era a minha mãe dizer-me que não podia comer gelados todos os dias, mas acho que hoje as medidas doem muito mais do nesses tempos. E porquê? Porque agora eramos todos ricos. Porque agora o país e os seus habitantes são muito diferentes do país e os seus habitantes nos idos dos anos oitenta.
Senão vejamos:
1- Se calhar nessa altura p'raí 30% da população ainda vivia numa ecomonia de subsistencia: criava os seus animais, cultivava a sua horta e não pagava impostos, logo, as medidas de austeridade não os afectavam, agora tocam mesmo a toda a gente.
2- Nessa altura ninguém gastava tudo quanto ganhava, uma parte dos rendimentos eram poupados. Ou seja, a fatia que o governo lhes tirou na altura não lhes saiu das compras, das férias, dos colégios e das actividades dos filhos, saiu-lhes de uma parte do rendimento que não usavam, poupavam. Por isso sentiram muito menos os luxos a encolher.
3- Nessa altura a maioria da população não estava esmagada com o peso das prestações mensais a pagar, porque nessa altura os juros eram tão altos que não se pediam empréstimos para tudo e mais alguma coisa. Hoje estamos muito sobrecarregados com prestações e o que sobra mal chega para sobreviver. Se nos carregam com mais impostos, deixamos de comer.
4- E, finalmente, nessa altura as pessoas só compravam aquilo para que tinham dinheiro, não se metiam em créditos loucos para comprar coisas supérfluas, como férias no estrangeiro, aspiradores, LCDs ou aparelhos de ginástica. Apenas uma fatia muito pequena da população jantava fora, comprava livros, comia fiambre ou iogurtes. Hoje todos temos acesso a muitas coisas antes impensaveis. São essas coisas que temos de deixar de consumir para entregar o dinheiro ao estado.
Mas, claro, isto sou eu a falar. Se calhar não foi nada assim...

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

A surpresa de hoje de manha

Gosto de ti até ao céu...

Gosto de ti porque tu és muito diferente de mim,
gosto de ti porque tu tens mil coisas parecidas comigo,
gosto de ti porque me fazes rir,
gosto de ti porque és imbatível quando pões mãos à obra,
gosto de ti porque és sincera e leal,
gosto de ti porque me dizes sempre o que pensas, mesmo que me desagrade,
gosto de ti porque aprendo tantas coisas contigo...,
gosto de ti porque me babo com as tuas qualidades,
gosto de ti porque me rio das tuas imperfeições,
gosto de ti porque "amuas",
gosto de ti porque és inteligente e justa nas opiniões,
gosto de ti porque és exigente contigo própria,
gosto de ti porque aturas as minhas "irresponsabilidades" com um sorriso,
gosto de ti porque tu "constróis" comigo, nem que seja um foguetão,
gosto de ti porque és única no mundo para mim como a rosa era única para o Principezinho,
gosto de ti, querida Feridas, até ao céu!
Parabéns amiga!
Quando formos velhas havemos de ler uma para a outra...

(...e agora com licença que estou com uma lágrima no olho!...)

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Isto é mais segredo do que o 3º segredo de Fátima

Como quase ninguém visita este blog e o mesmo não passa de uma gota no imenso oceano da blogosfera, posso fazer-vos uma revelação em 1ª mão pois tenho a certeza que não vão contar a ninguém. As novas agendas 2013 da Princess Pea já estão no forno e vão ser assim:

Na primeira página constam alguns concelhos para 2013.

 A agenda para ele...

 ...e a agenda para ela.
Calma! Um de cada vez! Não vale a pena acotovelarem-se! Vai haver agendas para todos e, a pedido de várias famílias, em formato A5 e A6.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

100ª Página

Para mim a Avenida Central de Braga não passava de um conceito que se resumia a um terreno do Monopoly, e dos mais baratuchos, por sinal. Isto até há duas semanas.

A Princess foi contactada por uma livraria chamada 100ª Página no sentido de começar a vender os nossos produtos e de nos apresentar-mos nas duas montras da livraria durante todo o mês de Setembro. Fui ver. Fui ao site, vi fotos no facebook e, assim à primeira vista, o lugar não me desagradou. Reuni a mercadoria e os acessórios para as montras e fiz-me ao caminho.

Quando cheguei fui agradavelmente surpreendida. A Avenida Central é fortemente injustiçada quando figura nos terrenos do inicio do tabuleiro do Monopoly e não ficaria nada mal junto de uma Av. Santa Catarina ou de uma Rua Augusta. Uma avenida enorme onde se respira moda, cosmopolitismo e cultura, ao mesmo tempo que se saboreia a ausência de automóveis e as sombras das árvores centenárias. Foi aqui, no número 118 que encontrei a Livraria 100ª Página. Chamar livraria aquele lugar é extremamente redutor. Situada na Casa Rolão, construção do século XVIII em estilo barroco com arquitectura atribuída a André Soares e classificado de Interesse Público desde 1977, esta livraria proporciona muito mais do que livros, proporciona todo um ambiente, um life style! Conferencias, apresentações e lançamentos de livros dos mais variados autores, work shops, concertos de música, restaurante/snack-bar com uma esplanada no jardim das traseiras, loja gourmet, loja de arte, variadissimas exposições temporárias e vários espaços de lazer só para sentar e ler.
É um espaço mágico para tomar um café com amigos ou mesmo sozinho - se com um livro nunca estamos sozinhos, imaginemos com tantos...
Visitem em www.centesima.com

Aiiiii Jasus que a minha princesa fica lá tão bem!.....

  "Se tivesse que escrever um livro de moral, as primeiras 99 páginas ficariam em branco e na 100ª PÁGINA escreveria uma só frase: Existe um único dever, o dever de amar".
Albert Camus (1913-1960)

AMANHÃ

Amanhã, vou acender uma vela da Muxima
Amanhã, levo para os meus santos flores de acácias
Amanhã, peço para toda gente que me estima
Amanhã, peço para o novo dia que virá (amanhã)

(...)
Quero chegar de madrugada
Para ver o sol raiar

Quero chegar de madrugada....... hoo
P'ra ninguém ver se eu chorar

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

DOENÇAS

Esta manhã deu-me uma sulipanta, vá, uma macacoa, um piripaque, o traglomango, uma coisinha má, o badagaio, um surucucu, enfim, um chelique.
Nada de especial, só uns suores, umas tonturas, uns vómitos. Mas já estou boa.

Outra boa ideia!...


Os E-books estão na moda. Eu confesso que nunca experimentei mas, a ideia não me desagrada completamente. Gosto de olhar para as minhas prateleiras repletas de livros mas, os E-books e os audio-books são, sem dúvida, mais ecológicos, não ganham pó, não se rasgam ou desencadernam, não esgotam nas livrarias e podem ser "lidos" por invisuais, surdos/mudos, idosos, crianças e analfabetos.
Mas por outro lado, não têm cheiro, não permitem dedicatória e não servem para acender o lume quando não prestam. Também devem prejudicar mais os olhos.

Acontece que, desta vez, a proposta é mesmo irresistível - O Grande Inquisidor - um romance colectivo, escrito por vários autores, em que cada um escreve um capítulo e o seguinte continua, tendo como base o escrito anterior. (Um pouco como aquela brincadeira minha e da Feridas..."Amélia, que bem que se está no campo!", mas com cabeça, tronco e membros). Agora sentem-se para saber quem escreve o 1º capítulo.....Ah! Pois é!... Afonso Cruz! Ele todo!
O primeiro capitulo é grátis e pode ser adquirido aqui.
Já o li e é mórbido e tenebroso QB, mas a coisa promete!...

É necessário um programazito que se chama Adobe - Digital Editions, no qual são arrumados os livros e que permite a leitura dos mesmos, como uma biblioteca virtual com prateleiras e tudo!
Download do Adobe - Digital Editions aqui.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Ora aqui está uma boa ideia!...


Fácil, rápido, prático, do Phineas e Ferb e ainda contribui 1€ para a AMI. Comprei na Stapples, mas não sei se poderão ser encontrados noutros lugares.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

As touradas

Eu sei que a minha opinião não conta para nada e que também não interessa a ninguém mas, como é do conhecimento geral, as opiniões são como as vaginas: cada uma tem uma e se quiser dá-la, dá.

Cá fica a minha:

Do alto da minha ignorância em apreciar/valorizar/aceitar este tipo de entretenimento de pura violência, tenho de admitir que, quanto mais olho, mais dificuldade tenho em saber quem é a besta em tudo isto: o touro, o toureiro, os espectadores ou as pessoas como eu que, tendo pena do touro que não pediu para estar ali, se estão a cagar para aquela merda e têm que pagar transmissões num canal televisivo nacional, como se de um serviço público se tratasse.
Vão mas é trabalhar e deixem os bichinhos em paz.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

E NA CONTINUAÇÃO DO POST DA CALOS...

Já agora, precisamos de homens para o filme. Ninguém fala muito, por isso não é dificil.
Homens, mas, principalmente, rapazes, entre os 16 e os 22 anos. É que os nossos actores do Boca de Cena já estão todos um bocado entradotes e já dificilmente passam por 18 anos!
Vá lá, jovens talentos de Minde, apareçam que vamos fazer de vocês estrelas.
Daqui a Hollywood é um pulinho!

Jornadas Europeias do Património


Pela 1ª vez desde sempre o concelho de Alcanena vai participar nas Jornadas Europeias do património com, como não podia deixar de ser, o Minderico.
Dia 29 de Setembro em Lisboa e dia  30 em Minde.
Consultem o cartaz e, pelo menos no que irá acontecer aqui em Minde, não podemos faltar.

Neste contexto, e como pode ser visto alí no fundo do cartaz, está a ser levada a cabo a gigante empreitada de "construir" a 1ª curta metragem em Minderico. A nossa amiga Vera, e Feridas e Calos, que são mulheres de grandes empreitadas, já puseram mãos à obra: arranjar argumento, escrever os diálogos, a música, a realização, as filmagens, os actores, já está tudo a andar...
perguntava-nos alguém um dia deste - "E orçamento para isto?" - a resposta é: "Orçamento?! Qual orçamento? O orçamento é ZERO que, com boa vontade, também se faz muita coisa!"
Agora é trabalhar e esperar que o resultado seja o melhor.

Ah! E não esqueçam que estão quase, quase a terminar as inscrições para os cursos de Alemão e de programação de jogos para iPad e iPhone, promovidos pelo CIDLeS.
Portanto mexam esses rabos e façam qualquer coisa!

Muito mais informações, e muito mais fidedignas, em www.cidles.eu.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

terça-feira, 4 de setembro de 2012

AINDA O CBESM

Meus amigos, desculpem, mãs não posso deixar de responder aos últimos comentários feitos ao post acerca do CBESM.
Atenção que com estas observações não pretendo defender (nem atacar) nem esta direcção desta colectividade, nem nenhuma outra, de nenhuma outra colectividade.
O CBESM é uma colectividade e, como tal, pertence aos associados.
Quem não estiver de acordo com a forma como a colectividade está a ser conduzida, das duas uma:
- Ou é associado e pode sempre (aliás, tem o dever) de constituir uma lista e candidatar-se às proximas eleições de corpos gerentes da associação;
- Ou não é associado e não tem nada a ver com isso.
Comentários anónimos em blogs generalistas é que não servem para nada, não melhoram nada e não engrandecem ninguém.
Tenho dito.
 Montes e montes de almofadas Frida Kahlo, com rendinhas, sem rendinhas, com gatinhos, com violas, de bicicleta, com Diego, sem Diego.
Dêem-me uma tesoura, uma máquina de costura e um trapinho e eu faço o guarda roupa de uma escola de samba para o Carnaval brasileiro.
;-)

segunda-feira, 3 de setembro de 2012