segunda-feira, 30 de maio de 2016

IKEA QUE DESILUSÃO...



O Ikea partiu-me o coração ao verificar que deixaram de usar pratos de loiça e talheres de metal no restaurante e passaram a usar pratos e talheres descartáveis.
Tá mal!...
Imaginem os milhares de pratos e talheres de plástico que vão para o lixo todos os dias....
Então e a ecologia, senhores suecos?
O detergente da loiça dá-vos cabo das unhas?
Usem uma luvas...
Bolas, não havia necessidade.
Nem as almondegas dos porcos altos e loiros me souberam ao mesmo...

Ela é linda com make up

Quem é que se lembra disto?
Pois...já lá vão dois anos e meio.
Com algumas plásticas, uns botox, e muita maquilhagem, uma das relíquias do meu quintal regressa a casa para uma nova vida. Este clássico da Citroen era muito utilizada em França como carrinha de serviço de restaurantes e mercearias, etc, e em Portugal houve umas quantas bibliotecas itinerantes nestas vans. Alguém se lembra? Eu não, claro, sou novíssima!...
Quando o meu Aguiar comprou esta coisa, confesso, engelhei o nariz - "...eu a precisar tanto de um carrinho novo, e este gajo vem-me cá com clássicos!..." , mas agora, é a menina dos meus olhos.
Este fim de semana já se vai estrear a vender "Pregos em bolo do caco" na cidade do Porto.






Ah! É verdade! Importa ainda referir que esta relíquia anda pelo seu próprio pé, tem matricula, inspecção e garantia de motor de 2 anos. Não é incrível?

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Estamos todos contentinhos não é?!...

O SLB foi campeão..., é sexta feira..., já temos sol..., e estamos todos contentinhos, não é?!...
Então tomem lá esta para por tudo a chorar!
(Sim, sou má e depois? Ficam sabendo que as más são muito mais sexys!)

http://edition.cnn.com/videos/living/2016/01/31/mom-hears-son-heartbeat-after-death-orig-vstan-dlewis.cnn?sr=fbCNN020116momheartbeat2pVODVideo

terça-feira, 17 de maio de 2016

Vamos comprar um poeta


Afonso Cruz é um génio, é um facto, e como tal, nas sua obras, camuflada na mais singela simplicidade, conseguimos vislumbrar a sua grandiosidade.
Vamos comprar um poeta é o seu novo livro. Lê-se de um trago, poucas páginas, letras grandes, mas é um bom exemplo de como um livro que diz tão pouco, consegue dizer tanto. O livro é uma sátira à sociedade para a qual caminhamos e na qual nos ameaçamos tornar, onde só os números importam, as estatísticas, os lucros, em desvalorização das emoções, da cultura, da beleza, das artes.
E não digo mais nada! Vão ler! Que a vida não é só futebol, Jorges jesus e Rui Vitórias!...

domingo, 15 de maio de 2016

Afinal...não foram "peaners"!...

Não me interessa minimamente o campeonato nacional de futebol. Estou-me perfeitamente borrifando para o Benfica e para o Sporting. Os pontos de cada um não me tiram o sono e os jogos de hoje interessaram-me de tal forma que, às 17 horas em ponto, estava eu a plantar tomateiros e feijão verde na minha horta biológica. Mas há algo que mexe comigo, mexe com o meu sistema nervoso, e não é para o bom...o Jorge jesus. Esta criatura consegue reunir, num só ser, 2 combinações explosivas no que a "personalidades extremamente cromas" diz respeito: é uma besta, estúpido que nem um pneu, tem uma boca que se assemelha brutalmente a uma sanita entupida e como se isto não bastasse ainda consegue ser dono e senhor de uma auto-estima, uma chique-espertisse,  um ego do tamanho do mundo (o Guedes diria que a humildade é coisa que não o assiste).
Isto não é de agora, a criatura sempre foi execrável, mas parece que o Bruno de Carvalho conseguiu realçar o que o senhor tem de pior. Portanto, resumindo e abreviando, o titulo está bem entregue nem que seja, e só por isso, para o Jorginho enfiar uma rolha onde mais lhes aprouver.


Faça-se uma Bíblia com as citações deste senhor! Já!

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Chernobyl e o meu Jaime

Sabemos que estamos no bom caminho e a fazer um bom trabalho enquanto pais quando, a determinada altura na vida, são eles que nos ensinam e não ao contrário. A primeira vez que senti isso foi em relação ao tema "Chernobyl", excepção feita ao tema "música", obviamente, no qual qualquer um dos 3 me dá um bailinho. Eu achava que sabia tudo o que havia para saber sobre "Chernobyl" até falar no assunto com o meu filho Jaime. As coisas que ele sabia sobre o assunto, os pormenores, deixaram-me boquiaberta.
"- Mas porque diabo sabes tu isto tudo?"
Sabe porque é curioso e vê vídeos na net, pesquisa, lê, sei lá, sabe! O raio do puto!...
E não, ele não teve de fazer nenhum trabalho para a escola sobre isso. O processo deu-se ao contrário: fez um trabalho para a escola sobre Chernobyl porque era preciso falar sobre um tema na aula de português durante 5 minutos e ele escolheu "Chernobyl" porque era um tema que dominava.

Eu adoro comprar (lhe) livros, vocês sabem, porque ele os valoriza, e quando vi este, foi-me completamente impossível resistir.




Um livro que assinala os 30 anos do acontecimento, em BD, contando a história de personagens fictícias, mas que poderiam perfeitamente ser reais, no dia do acidente, antes e depois. Absolutamente espectacular!

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Parabéns ao papá!

video

O mais volumoso da casa fez anos (vinte e picos, acho eu...) e teve direito a uns parabéns interpretados pelos seus filhotes.
Vá...não está perfeito, mas mesmo assim é um orgulho vê-los a tocar tão mal! :-)

PS - Chamo a vossa atenção para o bolo de aniversário, ou melhor, o MilKa gigante de aniversário.

AC/DC em Lisboa



Não me estava mesmo nada a apetecer quando ontem deixei o conforto da minha casa, com os meus filhos às costas, e rumei a Lisboa para o concerto dos AC/DC, mas nada, mesmo nada, me fazia prever o dia horrível que iniciara. Chegámos ao recinto por volta das 12:15 e ainda antes das 12:20 estávamos encharcados até aos ossos. Roupa, calçado, cabelo, tudo pingava.
O recinto era todo ele uma poça de água gigante e as "barracas" do Sr.Showriço eram piscinas olímpicas. Nunca antes, em 15 anos de festivais, tínhamos tido uma barraca anfíbia, uma hidro-barraca, umas instalações tipo "embarcação". Às 13:30 estava na Decathlon a comprar botins, capas para a chuva, meias, calças de fato de treino, mas de nada valeu, pois o conforto da peúga seca não durava mais que uns escassos minutos. E foi isto, o dia todo...

O concerto foi espectacular (valha-nos isso!) se bem que um tanto ou quanto...vá...insólito!
Só os mais aventureiros (e mais "estupefacientados") é que se atreviam a saltar, porque um salto mal dado podia significar um mergulho na lama e salpicava tudo num raios de vários metros. Tínhamos portanto, saltos e danças moderados. No palco, não chovia e o Sr. Young (que de young já tem pouco) lá deu o seu show de guitarra. O mais insólito foi a substituição de Brian Johnson por um Axl Rose de pé partido, sempre sentado e a abanar a perna boa (claro!) e a cabeça. No mínimo estranho...mas único, sem duvida!


Eu e as minhas crianças ainda estamos a desumidificar....

No dia seguinte o pai das crianças fazia anos (o próprio Sr. Showriço, para os amigos) e comemorámos com um merecido almoço no Mercado da Ribeira que terminou em beleza com estes eclaires do L'Eclair, what else?!...