terça-feira, 26 de março de 2013

Polity-kisses


Será já amanhã a grande estreia do nosso ex-primeiro ministro José Sócrates como comentador político na RTP, assunto que tem feito correr muita tinta em jornais, petições, indignação QB nas redes sociais. Pois...e tenho de admiti-lo,...a mim, este assunto não me choca assim tanto porque há factos que temos tendência a esquecer rapidamente e que convém lembrar:

1º - Sócrates foi 1º ministro de Portugal durante 6 anos e, bom ou mau, esse facto não poderá ser apagado da nossa História, História essa que, aliás, está bem recheada de nomes nos sucessivos governos bem duvidosos quando à sua conduta e quanto as suas capacidades para governar.

2º - A má gestão das finanças públicas já vem de longe, talvez mesmo desde o 25 de Abril. Desde aí a nossa caminhada para o abismo tem sido uma constante, num alternar entre os 2 maiores partidos do país com umas pseudo-coligações à mistura. Cavaco, Guterres (o menino bonito da ONU), Durão Barroso (o menino bonito da Europa), Santana Lopes (o menino bonito na noite Alfacinha) e Sócrates (o menino bonito dos Champs Elisées), nenhum deles foi suficientemente determinado e sensato para dar o necessário murro na mesa e reconhecer que TUDO estava mal e TUDO tinha de mudar. Parece-me a mim que o único que admitiu que "sozinhos talvez não fossemos lá", pressionado para o fazer é certo, foi mesmo José Sócrates. Que o senhor só fez foi merda?! Sim, é verdade. Mas terá feito assim uma merda tão diferente que os seus antecessores? Ou foi só o palhaço que estava em palco quando o teatro, inevitavelmente, desabou?

3º - Nas últimas eleições legislativas o dito cujo ainda conseguiu obter 24% dos votos o que mostra que pelo menos um quarto do eleitorado ainda acha que ele tem uma palavra a dizer.

4º - Sendo ele o "1º Ministro da Crise" e tendo sido ele a iniciar todo este processo com a Troika, não me parece totalmente descabido que seja o próprio a analisar a situação actual, a analisar o passado (o seu inclusive) e o futuro. Penso que até pode ter a interpretação que a sua consciência está, até certo ponto, tranquila.

5º - Ao contrário do que me deu a entender Jorge Gabriel no programa da RTP onde fui sobre a cultura em Portugal e que contou com a presença e os comentários da ministra da cultura PS Gabriela Canavilhas, em que acusava, entre dentes, a mão invisível do governo PSD de dominar a comunicação social e, principalmente, o canal público, parece que afinal não é bem assim e que a democracia em Portugal não é tão má como a pintam.

6º - O homem azedou-se com Cavaco Silva portanto não pode ser assim tão mau.

7º - O senhor deve vir cheinho de recomendações e dicas sobre a moda em Paris, tendências, novos looks, etc. e eu estou desertinha para ouvir os seus "fashion advisors"...

8º - Talvez a solicitação ao Sr. não seja para comentar a politica nacional, assunto sobre a qual ele já provou não pescar nadinha, mas antes para comentar o desempenho da Selecção Nacional nesta fase de apuramento para o Mundial 2014, juntamente com a Diana Chaves e a Luciana Abreu.

NOTA: Eu não sou PS nem gosto particularmente de José Sócrates. Tal como não sou PSD nem outra coisa qualquer. Sou apartidária. Não tenho cor politica. Identifico-me, isso sim, com esta ou aquela ideia, com esta ou aquela pessoa, mas tinha de falar no assunto que já me andava a fazer fernicóques.

10 comentários:

Arnaldo Ventura disse...

A tua ingenuidade a falares de Sócrates tem tanto de comovente como de preocupante...

Calos disse...

Não digas isso que me magoas!...;-)
Eu até atino com o Álvaro Santos Pereira...

wolfinho disse...

Fiquei ko.... (e nem tenho intenções de ver o tipo que nos deixou com as calças na mão)

Alexandre Pires disse...

Calos, já tiveste melhores dias.
Falar, imaginar algo de bom do dito ser, é sacrilégio . Escreve outra coisa qualquer, por favor.

Anónimo disse...

Amiga, adorei... apesar de já ter percebido que os amigos que comentaram, não partilham da tua opinião, eu concordo! São 2 anois de silencio daquele que tem sido "talvez" o bode expiatorio! Não sei se já repararam mas não é só o PSD que anda À rasquinha por saber deste novo comentador... até o PS! Isto promete... deve querer dizer alguma coisa! Beijo... Beta

Alexandre Pires disse...

27 de Março de 2013.
Dia Mundial do Teatro.
Isto há coincidências...
Isto há ironias...

Calos disse...

Oh Alex, realmente é verdade...
como tu dizes talvez tenha mesmo sido um rasgo de genialidade da RTP...dia muldial do teatro...Socrates na RTP...

Desculpem mas, vocês sabem...as opiniões são como as vaginas, cada uma tem uma e quem quer dá-la...

Arnaldo Ventura disse...

A tua opinião baseia-se totalmente em subjectividades e assumpções pessoais. E é por isso que digo que é preocupante.
Nestas coisas, nada como a frieza dos números e dos factos para perceber melhor o que se passou.
A decisão de procurar fundamentação para as opiniões cabe a cada um.
Respeitando as necessidades e exigências da sua consciência.

Alexandre Pires disse...

Estou mais tranquilo.
O ser continua igual a si próprio.
Parece uma rotunda.
Como ainda existem jornalistas que o queiram entrevistar é que me espanta.

Calos disse...

Podes crer...
Achei muito "fraquinho" da parte dele limitar-se a defender das acusações dos jornalistas. Foi um lavar de roupa suja. Parecia um puto a fazer queixinhas do que lhe tinham feito...
Em vez de adoptar uma postura mais "futurista", colaborativa mesmo...