sexta-feira, 2 de setembro de 2011

HOJE...

... precisei de ir a um banco no centro da cidade e depois à conservatória.
Fui a pé, que o tempo está enevoado e fresquinho, a gozar os sítios pitorescos da zona história de Torres Novas.
A cidade, em algumas zonas está muito bonita e muito bem arranjada. Mas tem muitos prédios devolutos, em mau estado, muitas fachadas sem miolo por detrás. É pena, é uma cidadezinha com alpectos pitorescos da vila antiga que sempre foi.
Cada vez há mais lojas a fechar. Que pena!
Uma boutique pequenina onde cheguei a comprar algumas roupas bem originais... A sex shop da cidade... olha, nunca lá cheguei a entrar.
Vou pela a rua a pensar onde é que iremos parar, a puta da crise, a vida como a conhecermos a esvaír-se-nos por estre os dedos e esta insegurança... o que vai ser de nós, dos nossos filhos do nosso país...
Depois atravesso a ponte sobre o Almonda. Vão florinhas brancas a boiar sobre a água que cairam das árvores na margem. Que bonito...
Mais à frente uma pequena ameixoeira num jardim está coberta de frutinhos já rosados. A pequenina árvore cumpriu a sua missão, esforçou-se e deitou cá para fora tantas ameixinhas... indiferente à crise, à troika, à esperada depressão mundial...
Noutro jardim um hibisco sacode suavemente, à brisa da manhã, as flores carregadas de chuva da noita anterior .
Pronto, parece-me que a neura me passou.
O mundo remova-se todos os dias, temos que lhe seguir o exemplo.

1 comentário:

Kate Moch disse...

Para a próxima avisas que eu vou contigo. Para me passar a neura a mim também...