quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Leituras

Tanto eu como a feridas somos leitoras compulsivas. Os livros acompanham-nos para todo o lado e não conseguimos imaginar a vida sem eles. Um dos meus grandes medos é que um dia a luz dos meus olhos se apague e eu não consiga ler. Se isso algum dia acontecer espero ter um neto ou um filho que possa e queira ler para mim podendo assim ficar com a tranquila sensação que me deu o pote de ouro no fim do arco-íris.
Gosto de constatar que autores portugueses, malta da minha geração, dão bailinhos de literatura, podendo perfeitamente ser comparados com alguns dos grandes nomes dos nossos clássicos da escrita.
É o caso de José Luís Peixoto. Este jovem cheio de piercings e tatuagens é, sem dúvida, um grande nome da literatura portuguesa que consegue fazê-la atravessar continentes e oceanos e ver os seus livros traduzidos em dezenas de línguas, valendo-lhe as melhores críticas internacionais. Histórias fortes construídas com personagens que marcam, contadas como se o autor bailasse com as palavras e as ideias (quem já leu sabe certamente ao que me refiro) e que nos transportam para a qualidade literária de Torga, Diniz ou mesmo Eça.
Agora ando a ler este e estou perfeitamente rendida.

José Luís...fazia-te um filho!

PS - Não, não estou armada em crítica literária. Simplesmente gosto de falar nas leituras que (me) fazem a diferença.

5 comentários:

Anónimo disse...

é muito bom o JLP sim!
estive com o "Abraço" até há bem pouco tempo

ML

Anónimo disse...

(agora ando de volta de mais um do Zafon. gostas?)
ML

krasiva disse...

tb ando apaixonada por este homem. descobri-o em abril e já marcharam dois livros. Gosto particularmente do "Abraço", identifiquei-me com milhares de coisas... não fosse o homem +/- da nossa geração e tb da terrinha.

Calos disse...

Pois é, perto de Ponte Sor.
Vou ler o "Abraço". É dos poucos que me falta.
Conhecem um livro infantil (ou talvez nem tanto...) que é A Mãe que Chovia? Tem ilustrações lindas de Daniel Silvestre da Silva e o texto é...enfim!

Anónimo disse...

nop... a ver/ler então.

eu acabei agorinha "marina" do zafon

ML