domingo, 15 de abril de 2012

Eunice, és a maior!


Ontém foi um serão perfeitissimamente perfeito. Jantarinho a dois regadinho com um bom vinho e TEATRO, pois então! Desta vez "O Cerco a Leninegrado" de José Sanchis Sinisterra com Maria José Paschoal e Eunice Muñoz em comemoração dos seus...70, sim 70! anos de carreira. (Ninguém tem uma carreira de 70 anos, seja no que for...).

Eunice é uma rainha. Qual Meryl Streep, preenche e enche todo o palco, toda a sala. A sua voz, a sua presença, a sua inigualável capacidade de representação fizeram-me render completamente e confesso que me conseguiram mesmo arrepiar por diversas vezes. Eunice é grande na sua humildade quando representa. Tudo lhe surge com uma naturalidade inata, com uma simplicidade carregada de genialidade. 

Eunice, das próximas vezes que pisar um palco, a brincar aos teatros, vou-me lembrar sempre de ti. Bem haja pela oportunidade que tive de te poder ver. Quando for grande quero ser como tu!

3 comentários:

Anónimo disse...

Amiga Kate também já tive oportunidade de ver a Eunice no palco e é mesmo genial, mas deixa-me que te diga que também já te vi a ti e à feridas no palco, por diversas vezes, e também já me têm feito arrepiar a mim...

Continuem. O vosso trabalho no teatro é muito importante para Minde.
AM

Silvia Mota Lopes disse...

Se ele disse é porque é verdade:))))
beijocas

Feridas disse...

Foi mesmo uma noite perfeita. A Eunice é mesmo uma SENHORA, não há palavra que melhor a defina. Mas não deixa de ser uma senhora com mais de 80 anos. Mas o que é extraordinário é que os 80 anos só se lhe notam quando o espectáculo acaba e ela é só uma mulher à frente do público que a aplaude de pé. Parece que encolhe. Não, é ao contrário, quando está a representar ela cresce, agiganta-se.
E, sim, o resto da noite também foi bom, com cerca de 1m2 de minis no Estaminé.